terça-feira, 22 de janeiro de 2013


ESTREITO
Dividas da prefeitura de Estreito com INSS chegam a R$ 12 milhões.
De acordo com levantamentos feitos pela Secretaria de Administração da Prefeitura de Estreito, os débitos deixados pela gestão anterior chegam à casa dos R$12 milhões só com o Instituto Nacional de Seguridade Social-INSS. A divida se refere aos depósitos que deveriam ter sido feitos ao longo dos 4 anos do mandato do ex-prefeito José Gomes Coelho (Zequinha Coelho) 2009-2012, embora tenha sido descontado da folha de pagamento dos servidores da prefeitura.  Para completar o montante devido, a prefeitura também deixou de pagar as parcelas de dívidas antigas que foram renegociadas com o órgão durante a gestão do ex-prefeito José Lopes Pereira (Zeca Pereira) 2004-2008.
Outra dívida deixada pela gestão anterior como herança para o atual prefeito Cicero Neco de Morais-PMDB está relacionada às contas de energia elétrica que não foram pagas pela autarquia Serviço Autônomo de Água e Esgoto-SAAE. O valor ultrapassa R$ 1 milhão de reais.
No mesmo levantamento feito nos primeiros dias da gestão do prefeito Cicero Neco, foi descoberto que a prefeitura possui mais mil e cem servidores efetivos, maioria ganhando salários incompatíveis com as funções para as quais foram concursados. Para resolver este problema que consome boa parte dos recursos do município, o prefeito determinou um recadastramento dos servidores para tentar enxugar a folha sem demitir quem esteja trabalhando.
O que também surpreendeu o novo prefeito é o fato de mesmo com tanto servidor concursado, a prefeitura ainda contratou durante os quatro anos da gestão anterior, cerca de 350 servidores.
Segundo informações existem hoje na Justiça do Trabalho Vara de Estreito, mais de 300 processos referentes a ações trabalhistas tramitando contra o munícipio. Além de muitas outras já julgadas.

Por Nardele Oliveira


Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA SEU COMENTÁRIO OU ENVIE SUA RESPOSTA EM CASO DE DIREITO A RETRATAÇÃO.

IMPERATRIZ Duas pessoas morreram por causa da enchente em cidades da região Tocantina  As chuvas que caíram na região nos últimos di...