domingo, 5 de maio de 2013


HISTÓRIA
Conheça a história de vida familiar e política do Governador do Tocantins, Siqueira Campos
José Wilson Siqueira Campos nasceu no Crato (CE), em 1928, filho de mestre Pacífico Siqueira Campos e de dona Regina Siqueira Campos. Ficou órfão de mãe aos 12 anos, falecida em trabalho de parto, e viajou pelo país por quase 10 anos, em busca de oportunidade, até chegar à cidade de Colinas, no então Norte de Goiás.
Em Colinas, Siqueira começou a trabalhar na área rural, o que despertou nele a vocação política: Siqueira fundou a Cooperativa Goiana de Agricultores e deflagrou o movimento popular que pedia a criação do Tocantins. Com liderança reconhecida, foi eleito o vereador de Colinas com maior votação (1965) e escolhido presidente da Câmara (1966), quando, por ocasião de sua posse, assumiu o compromisso de lutar pela criação do Tocantins, “única forma de arrancar o povo nortense do abandono e da pobreza”, disse na época.
Siqueira Campos foi eleito deputado federal e reeleito por mais quatro mandatos, permanecendo no cargo entre 1971 e 1988, enquanto representante do Norte goiano. Chegou a fazer uma greve de fome de 98 horas em favor da causa separatista.
Siqueira Campos foi, inclusive, deputado federal Constituinte e relator da Subcomissão dos Estados da Assembleia Nacional Constituinte, tendo redigido e entregado ao presidente da Assembleia (deputado Ulisses Guimarães) a fusão de emendas que, aprovada, deu origem ao Estado do Tocantins, com a promulgação da Constituição Federal de 1988.
A criação do Tocantins trouxe a perspectiva de desenvolvimento para uma região que viveu séculos de isolamento. Com o Tocantins finalmente criado, Siqueira Campos se elegeu o primeiro governador, para mandato de dois anos (de 1º de janeiro de 1989 a 15 de março de 1991).
Nesse curto período de gestão, Siqueira Campos encampou o trabalho de construção da capital Palmas, cidade planejada, erguida no tempo recorde de sete meses, e promoveu a estruturação administrativa do Estado.
Siqueira Campos voltou a ocupar o cargo de governador por outros dois mandatos consecutivos (1995 a 1998 / 1999 a 2003). Foi um período em que o Estado saiu da total precariedade até chegar ao início de sua industrialização. Para este fim, enquanto governador, Siqueira Campos visitou diversos países, buscando atrair investidores, tendo passado pelos Estados Unidos, Japão, Coréia, Hong Kong, China, Taiwan, Inglaterra, França, Espanha, Portugal, Argentina e Uruguai, entre outros.
Em 2010 Siqueira Campos foi eleito governador para seu quarto mandato (2011-2014), tendo como meta "cuidar das pessoas", o que se expressa na prioridade às ações sociais, à saúde e ao desenvolvimento econômico, visando a geração de emprego e renda.
Família: o governador Siqueira Campos é casado com Marilúcia Siqueira Campos e tem oito filhos: José, Telma, Stela, Ulemá, Eduardo, Regina, Alexandre e Francisco Henrique.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA SEU COMENTÁRIO OU ENVIE SUA RESPOSTA EM CASO DE DIREITO A RETRATAÇÃO.

ESTAMOS VOLTANDO