quarta-feira, 8 de maio de 2013


PALMEIRAS-TO
Homem que denunciou prefeito por compra de voto é suspeito de estuprar enteada
Conselheiros Tutelares do Município de Palmeiras do Tocantins receberam denúncia anônima com acusação contra o homem que acusou o atual prefeito do município Evandro Pereira de ter praticado crime eleitoral na eleição de 2012 com compra de voto no dia da eleição.
Jassivan Alves Damasceno é casado e estaria abusando sexualmente da enteada. Uma criança de 13 anos de idade. A mãe da menina já teria contado o caso algumas pessoas da cidade, mas, não teve coragem de denunciar o companheiro à polícia temendo represália.
Depois de o caso ter chegado ao Conselho Tutelar a Policia Civil já tomou conhecimento e determinou a realização de exames de conjunção carnal na menina e intimou o suspeito. Na data de realização do exame a menina foi à Tocantinópolis, porém o exame não foi feito.
Uma nova data foi marcada, mas, segundo informações de familiares da garota, o padrasto teria impedido que ela fosse ao IML para se examinar. Com data da audiência marcada, Jassivan foi visto numa estrada da zona rural de moto com uma mala na garupa do veiculo.
Na cidade de Palmeiras do Tocantins existe um clima de revolta e as famílias tradicionais e até jovens querem saber a verdade desses fatos e esperam que a menor consiga fazer os exames que podem comprovar ou não os abusos. Se ficarem comprovados o acusado terá de se defender e caso não consiga pode ser indiciado por crime de abuso sexual e estupro contra menor, vulneral e incapaz.  A pena prevista é de 6 a 10 anos de reclusão para esse tipo de crime segundo Artigo 213 da Lei Federal 12.015/2009 .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA SEU COMENTÁRIO OU ENVIE SUA RESPOSTA EM CASO DE DIREITO A RETRATAÇÃO.

ESTAMOS VOLTANDO