quinta-feira, 6 de junho de 2013

JUSTIÇA
Homem que matou idosa de 81 anos é condenado a 19 anos de prisão
O homem que matou uma idosa de 81 anos de idade Alcina Angelino da Silva com uma facada no tórax em 2011 na cidade de Campestre do Maranhão foi julgado pelo Tribunal do Júri Popular nesta quinta-feira. De acordo com a sentença final o réu Agenor Nunes, foi condenado a 19 anos de prisão.
Na época do crime, Agenor Nunes tinha 30 anos de idade, trabalhador rural desempregado tentou assaltar um homem que morava vizinho da idosa. Na fuga, como estava armado, ele se encontrou com a senhora que caminhava dentro de casa ocasião em deferiu uma facada na região do abdômen da idosa. Ela ainda foi socorrida por populares, levada para o hospital, mas, morreu.
O criminoso foi preso no mesmo dia e ficou recolhido na Delegacia da Policia Civil em Porto Franco. Quando foi preso, Agenor aparentava está sob efeito de drogas.
A Justiça agiu com grande presteza neste caso e marcou o julgamento para a cidade de Campestre, local onde aconteceu o crime há dois anos.
Em menos de 8 horas depois da instalação do Tribunal do Júri, saiu o veredito e a sentença foi anunciada pelo Juiz  que comandou a sessão.
*Por Nardele Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA SEU COMENTÁRIO OU ENVIE SUA RESPOSTA EM CASO DE DIREITO A RETRATAÇÃO.

ESTAMOS VOLTANDO