quarta-feira, 16 de julho de 2014

MARANHÃO - PORTO FRANCO / AGROINDÚSTRIA
Com investimento de R$ 17 milhões, Algar Agro inaugurou caldeira de biomassa em Porto Franco 

Grupo Algar inaugurou hoje dia 16 de julho, em sua unidade de Porto Franco (MA), uma caldeira de biomassa que irá substituir a atual matriz energética baseada em BPF (óleo derivado de petróleo). O investimento de R$ 17 milhões vai proporcionar uma redução nos custos totais na casa de 50%.
A nova caldeira terá capacidade de gerar 40 toneladas de vapor por hora e permitirá reduzir a emissão de CO2 em mais de 90%. Posteriormente, , quando implantada a cogeração, o Projeto produzirá energia elétrica suficiente para abastecer cerca de 10 mil residências, que corresponde a aproximadamente 70 % da necessidade da indústria e consumirá uma fonte renovável de energia. Desta forma, a empresa consolida sua operação de esmagamento, além do refino e envase de óleo de soja em sua unidade do Maranhão. É um investimento importante para a competitividade, mas principalmente, para a sustentabilidade da empresa.
Em 2010, a empresa implantou o Projeto Biomassa na unidade de Uberlândia (MG) para queimar o bagaço da cana-de-açúcar para gerar vapor e alimentar os equipamentos da fábrica de processamento de soja. Com a ideia aplicada, conseguiu-se aumentar de 30% para 95 % a queima de biomassa renovável na caldeira para geração de vapor, gerando uma economia com combustível em torno de 40 %, além de uma redução de 26 mil toneladas de Gases de Efeito Estufa ao ano. Foram investidos na época mais de R$ 4 milhões.
A Algar Agro se instalou em Porto Franco em 2005 com esmagamento e exportação de soja e farelo. Em 2012, com um investimento de R$ 70 milhões, a empresa inaugurou sua refinaria e envase de óleo de soja na cidade. A planta tem a capacidade de produzir 5,5 milhões de caixas de óleo/ano e gera 795 empregos, 195 diretos e 600 indiretos.
Até 2013, os investimentos desde a instalação da Algar no Nordeste chegaram a R$ 220 milhões. A atual planta na cidade maranhense é a maior esmagadora de soja de capital nacional da região e a única do Estado, possuindo localização privilegiada às margens da ferrovia Norte-Sul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA SEU COMENTÁRIO OU ENVIE SUA RESPOSTA EM CASO DE DIREITO A RETRATAÇÃO.

ESTAMOS VOLTANDO