quinta-feira, 21 de maio de 2015

MA - PORTO FRANCO / COTIDIANO

Ivaneide Rodrigues secretária de Educação de Porto Franco recebe alta do Hospital
 Ivaneide Rodrigues
Na quarta-feira (20) a professora Ivaneide Rodrigues, que ocupa o cargo de Secretária de Educação no município de Porto Franco-MA, teve alta do Hospital Unimed Imperatriz onde estava internada desde o final da semana passada, após uma cirurgia de apendicite. A paciente passou mal na noite de quinta-feira (14) e mesmo tendo Plano de Saúde procurou o Hospital Público para ser medicada. No dia seguinte a professora voltou a queixar de dores e náuseas, por causa disso retornou ao Hospital, mas, preferiu ser levada para rede particular uma vez que, o SUS cobra das operadoras de Plano de Saúde pelos procedimentos feitos a pacientes usuários do plano, quando atendidos no serviço público de saúde.
Após a decisão da paciente que tem todo direito de usar o plano que paga, alguns críticos usaram a rede social para disparar contra o Sistema Público de Saúde do município que teve em 2009 cortado pelo Governo do Estado do Maranhão 50% da verba destinada ao pagamento de médicos para trabalhar atendendo pacientes de Porto Franco e outros municípios da região.
Cleudes Felix 
Outro caso que foi usado de forma maldosa pelos que fazem oposição ao atual gestor do município de Porto Franco foi o pedido de transferência também para Hospital de Imperatriz onde atende na alta complexidade do paciente Cleudes Felix Sousa, que deu entrada no Hospital Aderson Marinho também no final da semana passada, e que a pedido da família foi transferido, devido o quadro clínico do paciente não apresentar melhoras. De Imperatriz, Felix deve ser levado nesta quinta-feira para São Luis, com a finalidade fazer exames especializados na rede particular devido o quadro clínico do paciente está se agravando cada vez mais. Cleudes Felix é Sargento da Polícia Militar do Maranhão.
Hospital e Maternidade de Porto Franco
De acordo com a direção do Hospital e Maternidade de Porto Franco, apesar dos poucos recursos financeiros que o município dispõe para esta área tão importante que é a saúde, são mantidos atualmente na urgência e emergência do HMAM 7 médicos atendendo a população nas seguintes especialidades: clínica geral, obstetrícia, anestesista, cirurgião e ortopedista. Ainda serão contratados profissionais de outras especialidades como urologista e cardiologista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA SEU COMENTÁRIO OU ENVIE SUA RESPOSTA EM CASO DE DIREITO A RETRATAÇÃO.

IMPERATRIZ Duas pessoas morreram por causa da enchente em cidades da região Tocantina  As chuvas que caíram na região nos últimos di...