sexta-feira, 11 de setembro de 2015

MA-GRAJAÚ/ÍNDIOS


Médico cubano segue refém de índios em aldeia no município de Itaipava do Grajaú

A Polícia Federal está dando suporte ao médico cubano do programa "Mais Médicos", do governo federal, Nelson Hernandes; o dentista Luciano Melo de Morais e um motorista, funcionários do Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei), feitos reféns desde terça-feira (8) por índios da tribo Severino e Toco Preto, da etnia Timbira, em Itaipava do Grajaú (MA), na região central do Estado, a 447 km de distância de São Luís.
Nessa quinta-feira (10), os reféns receberam roupas e mantimentos. Os índios cobram a presença de representantes do Dsei. O coordenador-geral do distrito sanitário, Alexandre Cantuária, já está na cidade, mas aguarda a chegada de um assessor enviado pelo Ministério da Saúde.
Os índios querem técnicos em enfermagem, um carro para transportar os doentes, a instalação de um poço artesiano e de um posto de saúde. O caso chegou ao conhecimento da Polícia Civil depois que outros funcionários que estavam na mesma equipe dos reféns registraram um boletim de ocorrência em Grajaú – distante 113 km de Itaipava .
Fonte: G1-MA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA SEU COMENTÁRIO OU ENVIE SUA RESPOSTA EM CASO DE DIREITO A RETRATAÇÃO.

IMPERATRIZ Duas pessoas morreram por causa da enchente em cidades da região Tocantina  As chuvas que caíram na região nos últimos di...