segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

MA- RIBAMAR FIQUENE/DENÚNCIA
Ex-prefeito Dioni Alves e empreiteira denunciados na Justiça Federal por suposto desviu de verba
A Prefeitura de Ribamar Fiquene-MA denunciou uma empresa do setor de construção civil e o ex-prefeito do município Dioni Alves por suposto desviu de verba referente a convênio firmado em 2010 entre a Prefeitura e o Governo Federal para construção de uma escola de Educação Infantil. Na época Dioni Alves era o prefeito do município, mas, antes de terminar o mandato em 2012, a empresa contratada para construir o prédio da escola, recebeu mais de 1 milhão de reais sem concluir os serviços.
Em resposta a uma reportagem da TV Mirante de Imperatriz-MA veiculada no JM TV sobre a paralisação da obra que iniciou ha cinco anos e já deveria ter ficado pronta a Prefeitura informou que fez representação na Justiça Federal contra a empresa responsável pela obra que só teve 45% executada e 100% paga pelo Governo, e o ex-prefeito Dioni Alves, para que o dinheiro seja devolvido.
Ainda de acordo com a nota, a continuidade e conclusão da obra de construção da escola depende do julgamento da ação tramita na Justiça Federal.
A prefeitura emitiu nota também à nossa redação e informou que: esta foi a segunda reportagem feita pela TV Mirante em apenas uma semana na cidade de Ribamar Fiquene, e mostrou assuntos com meias verdades, supostamente para tentar desabonar o governo do prefeito Edilomar Nery, com provável intenção de favorecer grupos políticos adversário da gestão atual. O diretor de jornalismo da emissora (TV MIRANTE) é parente do ex- assessor de comunicação da prefeitura na gestão do ex- prefeito Dioni Alves.
Em resposta o ex-prefeito Dioni Alves disse o seguinte: A obra é do Município. Deixei a obra em andamento e com 87 % concluída faltando piso do pátio cerâmica de salas vidros nas janelas e tinta somente. A valor da obra foi atualizado pelo FNDE final de 2012 para mais de Hum milhão e oitocentos mil. A empresa tocou a obra até abril de 2013 quatro meses após eu sair do mandato. Ele disse ainda que tem documentos que provam isso e vai apresentar-los na justiça assim que for convocado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA SEU COMENTÁRIO OU ENVIE SUA RESPOSTA EM CASO DE DIREITO A RETRATAÇÃO.

IMPERATRIZ Duas pessoas morreram por causa da enchente em cidades da região Tocantina  As chuvas que caíram na região nos últimos di...