sábado, 23 de setembro de 2017

MA-IMPERATRIZ/ CASO ARNOLD
Comerciante morto a tiros pode estar envolvido com crimes no Pará
Arnold Pereira foi assassinado com pelo menos cinco disparos de arma de fogo. O comerciante Arnoldo Pereira, que foi assassinado com pelo menos cinco disparos de arma de fogo, no começo da tarde desta sexta-feira (22), em Imperatriz, pode estar envolvido com crimes no estado do Pará. A polícia trabalha com duas linhas de investigação.
A primeira linha pode estar relacionada com a venda de uma banca de jogos de azar, que a vítima teria negociado, recentemente, por cerca de R$ 800 mil a um milhão de reais. Segundo levantamentos da polícia, Arnoldo teria recebido apenas a metade, e repassado a ex-mulher, sendo que a outra metade ficou para receber depois e ainda não foi paga. Os compradores são de Sergipe. Esta é uma das linhas.
Mas, a polícia trabalha, também, com outra hipótese. É que o homem estaria supostamente envolvido com algumas mortes no estado do Pará, como o assassinato de um ex-prefeito, que aconteceu recentemente.
Os executores, que estavam num carro, não foram identificados. Como o local é cercado por câmaras de segurança, a polícia vai analisar as imagens a partir da próxima segunda-feira, no sentido de identificar os assassinos.
Entenda
Arnold Pereira foi morto a tiros, nas proximidades de sua casa, no bairro Caema, no começo da tarde. Ele estava na companhia da mulher e de uma criança, que presenciaram toda a cena. A vítima ainda foi socorrida e lavada para o Hospital Municipal de Imperatriz (HMI), mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
Arnoldo tinha negócios no Mercadinho de Imperatriz e controlava máquinas de caça níquel (jogo de azar), com atividades em várias cidades da região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA SEU COMENTÁRIO OU ENVIE SUA RESPOSTA EM CASO DE DIREITO A RETRATAÇÃO.

IMPERATRIZ Duas pessoas morreram por causa da enchente em cidades da região Tocantina  As chuvas que caíram na região nos últimos di...