terça-feira, 2 de janeiro de 2018

MA-GOV. EDISON LOBÃO / ADEUS A ALANETE
População lota templo religioso durante velório da ex- vereadora Alanete Rodrigues
O corpo da advogada e ex-vereadora do município de Governador Edison Lobão-MA, Alanete Rodrigues foi velado na casa onde morava com os três filhos, na Câmara Municipal onde trabalhou como secretária parlamentar e no exercício do mandato de vereadora e na Igreja onde congregava.
Antes do caixão com o corpo da advogada ser levado para o cemitério, autoridades do município e lideranças políticas fizeram diversas homenagens à Alanete Surubim, nome que ela adotou do pai Eurico Rodrigues (Surubim) que também foi vereador no município e morreu assassinado em 2005 quando exercia mandato e o cargo de presidente da Câmara.
O prefeito do município Geraldo Braga e a ex-candidata a prefeita Telma Plácido que teve Alanete como coordenadora da campanha de 2016 discusaram durante culto fúnebre na Assembleia de Deus e destacaram a importância que Alanete tinha na sociedade local.
Depois o caixão foi colocado no carro funerário e seguiu para o cemitério. Uma multidão seguiu cada passo desse momento triste de despedida. Alanete tinha 42 anos e morreu após complicação em função de acidente sofrido no final da manhã de domingo (31) quando foi atingida por uma Hilux SW4 após avançar no cruzamento das ruas Imperatriz II com Urbano Rocha, (o veículo Toyota trafegava pela Rua Imperatriz, que é transversal, embora nao tenha sinal porque vândalos retiraram as placas, a rua preferêncial é a Urbano Rocha). Com isso o carro
colidiu na motocicleta conduzida por Alanete que retornava da igreja na companhia do filho mais novo. As vítimas foram socorridas e levadas ao hospital, o motorista ajudou no Socorro, mas, retirou o carro do local do acidente antes da perícia técnica.
Alanete morreu cerca de 8 horas depois. Os médicos que atenderam a paciente não detectaram nada grave atraves dos exames preliminares que fizeram e ela estava aparentemente bem, e todos acreditavam que tivesse apenas fraturado a perna, inclusive faria uma cirurgia nessa segunda-feira, mas, segundo informações ela reclamou de falta de ar e os médicos teriam detectado uma hemorragia causada por perfuração no pulmão devido a pancada que sofreu no acidente. Após 40 minutos ela morreu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA SEU COMENTÁRIO OU ENVIE SUA RESPOSTA EM CASO DE DIREITO A RETRATAÇÃO.

IMPERATRIZ Duas pessoas morreram por causa da enchente em cidades da região Tocantina  As chuvas que caíram na região nos últimos di...